Primeiro Dia em Istambul – Desbravando a Região de Sultanhamet

Neste dia focamos em conhecer a região de Sultanahmet pelo dia. Realmente, é muito fácil fazer turismo na cidade. Os principais pontos de interesse estão quase todos na mesma praça.

Primeiro lugar que conhecemos foi Aya Sofia. Seu nome em grego (“Hagia Sophia”) significa santa sabedoria. Originalmente foi construída em 360, para ser uma Igreja Católica, pelo filho de Constantino e queimada em 404, reconstruída em 415 e novamente destruída em 532. A partir desta data até 537 foi reconstruída por Justiniano para se tornar a maior Igreja de Constantinopla, uma construção realmente imponente, reforçando o poder do catolicismo no império. Em 1453, quando Istambul foi conquistada pelos otomanos, a grande construção foi transformada em mesquita. Por fim, em 1934, Atartuk transformou Aya Sofia em museu.

IMG_1128

IMG_1140

Fonte Ablução

O lugar é lindo por fora e mais encantador ainda por dentro. Entramos e já vimos à direita, ao lado da bilheteria, a fonte de ablução (local onde os homens se purificam antes de entrar numa mesquita). Não havia fila para entrar, apenas uma certa bagunça e gente furando fila. Alugamos um audio guia, que gostamos bastante. No interior, começamos pelo andar térreo. A Porta Imperial era usada só para cortejos imperiais e logo que se passa por ela, aquela sensação de uau! Logo no alto há a cúpula de 30 metros de diâmetro que se sustenta a uma altura de 55 metros sem nenhuma pilastra de sustentação a vista. Há candelabros enormes que parecem que vão tocar nas nossas cabeças! No teto há imagens de santos da época em que o espaço era uma igreja católica logo ao lado de discos caligráficos de quando ali era uma mesquita. Estava ocorrendo um trabalho de restauração no interior, o que dificultou um pouco as fotos! 😦

IMG_1182

Detalhes islâmicos e católicos

IMG_1165

Candelabro enorme

IMG_1154

Cúpula

Há ainda um espaço que era usado para coroação dos imperadores bizantinos ao lado de um local usado para ablução dos fiéis islâmicos. Em um canto, há o mimber (púlpito) e o mihrab (local de oração que fica direcionado a Meca). Logo ao lado ficava o camarote usado pelos imperadores para sua rezas em particular.

IMG_1166

Coroação dos imperadores

IMG_1175

Aqui se fazia a ablução

IMG_1177

Mimber e Mihrab

Subindo para o segundo andar, há o túmulo de Enrico Dandolo, que era doge de Veneza, mas conquistou Istambul por um tempo depois da Quarta Cruzada. Além disso, passando a Porta do Céu (local só acessível a sacerdotes), encontramos mosaicos com detalhes lindos e ainda bem preservados.

IMG_1206 IMG_1216

Logo depois, atravessamos a praça e fomos à Mesquita Azul. Esta mesquita foi construída entre 1609 e 1617 por ordem de Ahmet I com o grande objetivo de superar a beleza da Aya Sofia. Eu até tentei, mas não consegui escolher a minha preferida! Um fato interessante é que ela foi construída com 6 minaretes, que era a mesma quantidade de minaretes que a mesquita de Meca tinha na época. Quanto mais minaretes, mais poderosa é a mesquita. Como nenhuma pode superar a de Meca, construíram mais um minarete nela!

IMG_1243

Para entrar é preciso tirar sapato e, para as mulheres, colocar lenço. Por dentro ela é linda, com azulejos na cor azul.

IMG_1246IMG_1253 IMG_1259 IMG_1251

Partimos para terceira visita do dia que foi na Cisterna da Basílica, construída em 537 por Justiniano para ser o reservatório de água do império. O local foi fechado e redescoberto quando alguns habitantes, “milagrosamente”, conseguiram tirar água de seus poços com peixes, inclusive! O ambiente é um encanto com as luminosidade baixa e o som ambiente. As colunas foram construídas a partir de material roubado de alguns locais e, por isso, temos duas colunas com caras de medusa.

IMG_1275

IMG_1281

Resolvemos dar uma caminhada, conhecendo as ruazinhas do centro, entrando nas lojas de souvenir e provando o Turkish Delish. Acabamos chegando ao Parque Gullane para dar uma descansada. Depois voltamos à praça para conhecer a região do Hipódromo (fica ao lado da Mesquita Azul). Este foi o centro da vida política e social do povo durante milhares de anos. Ali ocorriam jogos de entretenimento, mas também manifestações de insatisfações do povo. O local era belo, com vários monumentos, porém a maioria foi roubada durante a Quarta Cruzada (caso dos cavalos de bronze que hoje estão no museu da Basílica de São Marco em Veneza e ficavam no Hipódromo). Hoje restam três colunas. O Obelisco trazido do Egito de 1490 a.C. (monumento mais antigo de Istambul) que foi cortado em três para ser transportado. Porém a base e o meio se quebraram, sobrando a parte superior que possui diversos hieróglifos. A Coluna Constantino Porfiogenata era feita de bronze. Porém acreditavam que era de ouro e por isso arrancaram todo seu revestimento. Por último, há a Coluna Serpentina que possuía três cabeças de serpentes no alto, as quais foram roubadas.

IMG_1286

Obelisco Teodósio

IMG_1292

Coluna Serpentina

IMG_1293

Coluna Constantino Porfirogenata

Esse dia estávamos cansados após a viagem toda de avião, então fomos ao Bazar Arasta que fica pertinho e fomos para  hotel descansar um pouco.

IMG_1303 IMG_1299

IMG_1301

Refeitos, fomos à noite conhecer a região de Beyoglu onde está a Praça Taksim e a rua Istikal Caddesi. Essa região é a mais animada de Istambul, super moderna, com todas as lojas internacionais que conhecemos, cheia de gente em pleno domingo às 22 horas. Para chegar até lá de Sultanahmet fomos de tram até Kabatas e pegamos outro tram que leva direto a praça Taksim.

 Começamos olhando a praça e comendo um pacotinho de castanhas que é vendido em cada canto da cidade. Ficamos imaginando que há alguns meses foi ali o palco de várias manifestações do povo que vimos pela televisão. Começamos a andar pela Istikal Caddesi, vendo as lojas, as pessoas e paramos para comer pois  a fome apertou. Depois, andamos até a Çiçek Pasaji (Passagem das Flores) local com vários bares/restaurantes animados e admiramos os portões de uma escola pública (Lycée Galatasaray) super bonitos.

IMG_1331

Olha que criança mais fofa dançando na rua!

IMG_1339 IMG_1325 IMG_1338

Informações:

1-      Aya Sofia:

Horário: 09:00 – 17:00

Dias: fechado segunda

Preço: 25 TL

2-      Mesquita Azul :

Horário: fecha 45 min antes e 30 min depois da reza. Para ver os horários que variam conforme o dia, ver em http://www.namazvakti.com/

Preço: de graça

3-      Cisterna da Basílica:

Horário: 09:00 – 17:30

Preço: 10 TL

Um comentário sobre “Primeiro Dia em Istambul – Desbravando a Região de Sultanhamet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s