Samaná, o tesouro (ainda) desconhecido dos brasileiros no Caribe

Como contei aqui, nosso último Carnaval foi em pleno Caribe, conhecendo um pedacinho pouco usual para os brasileiros: a região de Samaná.

Antes de mais nada, onde fica e o que é Samaná?

O nordeste da República Dominicana é um lugar de praias paradisíacas e também um ponto muito famoso de observação de baleias jubartes entre janeiro e março.

Essa região é formada por três áreas principais: cidade de Samaná, Las Galeras e Las Terrenas.

Las Terrenas é a mais turística das três, com praias perfeitas para prática de kindsurfe e uma boa quantidade de hotéis e restaurantes. Daqui é mais fácil chegar a El Limón, uma cachoeira bem famosa em que é possível chegar a cavalo ou fazendo uma caminhada de uns 40 minutos.

A cidade de Samaná, a capital da região, é ponto de partida para se visitar a ilha de Cayo Levantado – ilha em que 2/3 do espaço é ocupado por um hotel e o restante é cercado por água cristalina e paradisíaca. A cidade é toda colorida e ponto de partida também para se visitar o Santuário de Baleias. Por aqui também saem os passeios até o Parque de Los Haitises, local de matas e rios em que é possível passear de barco, visitando cavernas da época dos tainos (antigo povo local).

Na pontinha nordeste está Las Galeras, lugar que escolhemos para passar nossos três dias. Aqui estão as praias mais lindas e é um ótimo lugar para mergulho.

Como Chegar?

Expliquei aqui todas as opções que existem para chegar a região e o porquê de termos escolhido alugar um carro. Transporte público é bem precário e se você não estiver de carro, precisará fazer parte de uma excursão durante o dia. Existem postos de gasolina em todo o percurso e também na cidade de Samaná, não tivemos problema algum quanto a isso.

Onde ficar?

Nós escolhemos Las Galeras porque se encaixava mais no que buscávamos: conhecer praias lindas e relaxar bastante. A cidade nada mais é do que uma rua principal que começa ao fim da estrada que liga a cidade de Samaná a Las Galeras e termina em uma praia (essa daqui debaixo). Ao redor dessa rua estão os restaurantes, a farmácia, o banco e três mercadinhos.

IMG_5025 IMG_5034

Queríamos muita tranquilidade e escolhemos um hotel maravilhoso! Realmente, um paraíso dentro do paraíso. O hotel ficava quase nessa rua principal, bem perto da praia. O nome é El Sol Azul e é administrado por um casal de suíços que, depois de se aposentar, resolveu levar uma vida tranquila ali. O casal vive ali e organiza tudo para os hóspedes. Há somente quatro bangalôs, em estilo rústico, de madeira, bastante confortáveis e limpos. No jardim, uma boa piscina e balanços e redes para relaxar. Toda manhã, um café da manhã feito por ela com o maior carinho é servido. O preço também foi maravilhoso: 50 euros a diária, por casal.

IMG_5267 IMG_5268

O que fazer?

Os principais passeios na região de Samaná estão ligados a natureza. Nós não conseguimos conhecer tudo em apenas três dias, claro! Então vamos ao que temos de mais interessante por lá:

– A partir da cidade de Samaná:

1- Visitar Cayo Levantado: nós não fomos, mas basta pegar um barco desde o pier da cidade. Parece ser maravilhoso, dá uma olhada.

2- Ver as baleias jubarte: a empresa mais famosa é a Whale Samana. Nós acabamos topando fazer esse passeio em Las Galeras, no meio de um passeio de barco a algumas praias. Eu sinceramente achei o maior programa pega turística da vida. Fiquei bastante chateada! Nos cobraram uma fortuna (acho que algo em torno de 60 dólares o casal) para ficar menos de uma hora, em um barquinho e ver, mal e porcamente, 3 baleias (de longe, dando um saltinho e pronto). Essa de Samaná parece mais séria e organizada.

3- Visitar o Parque Los Haitises: o parque é enorme e ocupa boa parte do centro da República Dominicana. Passeios de barco levam por entre a floresta, vendo aves, rios e cavernas com inscrições rupestres. Como esse passeio só estava disponível alguns dias da semana, não conseguimos fazer.

haitises

Fonte: wikipedia

4- Museu Taino: depois de tanta natureza, visitar esse museu parece bem interessante. Dizem que é muito bom e conta um pouco da história dos tainos.

5- Conhecer o centrinho da cidade: Samaná é toda colorida, uma fofura. Na volta para Santo Domingo, passamos um tempinho perambulando por ali.

IMG_5271 IMG_5279 IMG_5283

 

– A partir de Las Terrenas:

1- Visitar as diversas praias do litoral e fazer esportes ligados a vento (kindsurfe, vela).

Captura de Tela 2014-08-06 às 20.37.43

2- El Limón: é uma cachoeira muito bonita. Normalmente se faz um passeio de meio dia em que se vai de carro até a entrada do parque e depois se segue caminhando ou de cavalo.

– A partir de Las Galeras:

1- Playa Rincón: essa praia já foi eleita uma das dez mais bonitas do mundo, algumas vezes. Realmente é espetacular e escreverei melhor desse passeio.

IMG_5090

 

2- Playa Frontón e Playa Madama: paradisíacas e só se chega a partir de barco. Mais detalhes em outro post.

IMG_5211 IMG_5243

3- La Playita: essa é uma praia mais pertinho da cidade e também linda.

 

IMG_5144

E aqui está um resuminho desse pedacinho do Caribe tão delícia que conhecemos…

 

 

 

Um comentário sobre “Samaná, o tesouro (ainda) desconhecido dos brasileiros no Caribe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s