Franz Josef e Fox Glacier – conhecendo as geleiras da Nova Zelândia

No país das maravilhas chamado Nova Zelândia mais uma atração da natureza nos encantou: as geleiras. Nunca tinha visto tão de perto algo assim e, mesmo não podendo de fato caminhar por elas, foram encantadoras as horas sentindo aquele friozinho ali tão pertinho de nós.

Geleiras são imensos blocos de gelo formados pelo acúmulo de neve em alguns locais da Terra. A maior de todas está na Antártida, mas em alguns outros pontos ela se faz presente. Uma curiosidade é que as geleiras são o maior reservatório de água doce do nosso planeta!

IMG_4796

Com o aquecimento do planeta dos últimos anos, uma boa parte dessas geleiras vem derretendo, aumentando o nível dos oceanos. Nas duas geleiras que visitamos, há fotos mostrando como era no passado e é impressionante como em poucas décadas o recuo foi bastante significativo.

A primeira que visitamos foi a Franz Josef que fica na micro cidade de mesmo nome. Existem diversas formas e experiências para se conhecer melhor a geleira. Nesse site há algumas das excursões oferecidas. A mais simples é uma caminhada pelo vale, sem pisar no gelo. Mas as fotos das excursões em que, de fato, se pisa no gelo, são incríveis! Os preços são bem salgados porque é preciso ir de helicóptero, mas acho que deve recompensar. Tínhamos muito pouco tempo e acabamos não fazendo.

IMG_4693

Nossa visita foi por conta própria. Fomos até o estacionamento e vimos as opções de trilhas delimitadas para serem feitas de forma independente. Muito importante observar a placa anunciando as condições do dia. De forma sempre atualizada eles delimitam o espaço e até que ponto se pode chegar. A qualquer momento, as condições climáticas mudam e, se não se obedecer aos limites, acidentes muitos sérios podem ocorrer.

IMG_4690

Condições do momento da geleira

IMG_4691

Opções de Trilhas

Escolhemos fazer a Sentinel Rock Walk que é curtinha (+- uns 20 minutos) mas toda em subida. Muito tranquila, passando por dentro da floresta. Um ar fresco e um friozinho nos acompanham durante toda a caminhada.

Ao final, chegamos ao mirante. Dali conseguimos ver a geleira na sua parte final no meio do vale, com o rio correndo por baixo. O sol estava começando a se pôr e as luzes ficaram ainda mais incríveis.

DCIM100GOPRO IMG_4717 IMG_4716

Depois seguimos para Fox Glaciar, distante uns 40 minutos, onde dormimos num hotel que aconselho de olhos fechados: Lake Matheson Motel. A cidade é tão pequeno que todos os hotéis são perto da rua principal. Nosso quarto era aconchegante, com uma lareira elétrica nos aquecendo e com a vista para o campo verdinho onde tomamos nosso café no dia seguinte antes de partirmos. Uma sugestão para jantar é o restaurante  The Last Kitchen, ali na rua principal.

Mas voltando ao assunto principal do post, falemos da geleira Fox Glacier. Aqui também tem uma empresa principal que organiza diferentes tipos de passeios. Até meses antes de viajarmos tinha um passeio que era o que buscávamos, em que andaríamos sobre o gelo, mas sem precisar de helicóptero (o que deixava o preço bem mais convidativo). Porém, a geleira acabou depreendendo o pedaço usado nesse passeio e só sobraram as opções com vôo envolvido.

IMG_4778

Então exploramos por conta própria essa geleira também. Fomos de carro até o estacionamento, vimos as instruções do dia e começamos a andar.

IMG_4776

A caminhada nesse dia foi bem maior, por um vale lindo com algumas quedas d`água ao redor e um rio verde vivo na entrada. Andamos até o limite permitido no dia e vimos bem mais de perto o fim da geleira e os azuis que compõe a paisagem.

DCIM100GOPRO IMG_4777 IMG_4785 IMG_4793 IMG_4797

Essa caminhada no Fox Glacier levou meia hora em cada trecho. Só no final fica um pouco mais difícil pois vira uma subida.

Essas são mais duas atrações imperdíveis que conhecemos na costa oeste da Ilha Sul.

2 comentários sobre “Franz Josef e Fox Glacier – conhecendo as geleiras da Nova Zelândia

  1. Andressa Talon Mendonça disse:

    Olá! Parabéns pelo seu blog! Estou montando o roteiro de nossa viagem a NZ e pesquisando sobre os glaciares encontrei sua página. Bem, eu e o marido já visitamos os glaciares Perito Moreno e outro no Canadá nas Rocky Mountains e portanto, não pretendemos desembolsar salgados NZD p/ conhecer estes rsrsrsrs o passeio que vocês fizeram foi sem custo? É possível aproveitar dessa forma também? Vale a pena? Obrigada!

    • thaissachaga disse:

      Andressa, tudo bem?? Eu também não queria gastar NZD para essas visitas pq ia para Perito Moreno alguns meses depois. Todos os passeios que fiz foram totalmente de graça (incluindo o estacionamento!kkk). Claro que não é o impacto de quem anda sobre o gelo, mas vale a pena demais! Sentir o friozinho e ver a imponência da natureza! Boa viagem. NZ é um dos países mais fantásticos que já conheci! Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s