Córdoba – a Mesquita-Catedral e a Ponte Romana

A road trip espanhola estava prestes a começar! Primeiro destino: Andaluzia!

IMG_0251

Rio Guadalquivir em Córdoba

Região ao sul da Espanha, foi marcado pela invasão muçulmana vinda a partir da África. Córdoba era a cidade mais importante, seguida de Sevilla e Granada. A região ficou conhecida como Al-Andalus nessa época, de onde vem o nome Andaluzia. O fim do domínio árabe ocorre em 1492 quando os Reis Católicos Fernando e Isabel conquistam a última região, Granada.

A primeira cidade que conhecemos foi Córdoba.

De onde viemos? Madrid

Distância: 300 km de carro

mapa an

Fonte: wikepidia

Córdoba começa a ganhar importância, primeiramente, quando é invadida pelo romanos em 206 a.C. e passa a ser a capital da província romana de Bética. No sec VII se inicia a invasão muçulmana e Córdoba se torna a capital Islâmica da Península Ibérica. A cidade passa a crescer e se torna a maior e mais importante do lado ocidental, com mesquitas deslumbrantes, universidades, bibliotecas e toda a glória e pompa. E a tolerância religiosa era a regra, com judeus, cristãos e muçulmanos convivendo pacificamente. Isso era a Córdoba de 975 d.C, conhecida como a cidade das três culturas.

A partir do século XI, começa a decadência da cidade com a Guerra Civil. Em 1236, Fernando III de Castilla conquista Córdoba e a cidade perde sua importância.

A principal atração de Córdoba e por onde qualquer visita deve começar é a Mesquita. A marca da tolerância religiosa dessa cidade, essa construção possui uma Catedral dentro de uma Mesquita. A primeira construção que existiu nesse lugar foi a Igreja Visigótica de San Vicente. Em 785, com a invasão árabe, foi criada a Mesquita em cima desta igreja. Em 1236, com a conquista dos reis espanhóis, se converte na Capilla Mayor de Villaviciosa, ganhando o coro no sec XVI.

Por fora, os destaques ficam com as diferentes portas, ressaltando a Puerta del Perdon; a Torre del Alminar, construída no lugar do minarete original; e o Patio de los Naranjos, lugar onde os muçulmanos faziam a purificação antes de entrar na mesquita.

IMG_0133

Torre del Alminar

IMG_0137

Patio de los Naranjas

Por dentro, o mais incrível são as 856 colunas ainda restantes da Mesquita original e o Mihrab, local das orações dos muçulmanos e que é construído voltado para Meca, cidade sagrada para os muçulmanos.

IMG_0166

Mihrab

IMG_0172

Do lado cristão, temos a Catedral, o coro e a Capilla Real.

IMG_0193 IMG_0147 IMG_0207

Saímos maravilhado dessa construção e fomos percorrer o redor, até chegar a Plaza del Triunfo. Que cidade deliciosa! Enquanto você anda, passa por casinhas, lojas e restaurantes em construções alegres e de estilo árabe, combinando com o dia de sol radiante que ali fazia.

IMG_0132 IMG_0238 IMG_0232

Ali na praça, encontramos primeiro o Triunfo de São Rafael, dedicado ao anjo padroeiro da cidade. Logo atrás está o Arco do Triunfo cordobês, que era uma das entradas da cidade.

IMG_0237 IMG_0269

O Arco marca o início ou fim da Puente Romana. Esta ponte, construída sobre o rio Guadalquivir, foi construída na época dos romanos e sobreviveu por vários anos. Atravessá-la e contemplar a cidade do outro lado é obrigatório. Do outro lado, também chegamos a Torre de la Calahorra, do século XIV. Ali dentro tem um museu que não conseguimos visitar.

IMG_0261 IMG_0259

IMG_0254

Alcazar de Los Reys Cristianos visto do outro lado do rio

Hora de voltar e descobrir os encantos do Alcazar de Los Reys Cristianos. Mas isso, já deixo para outro post, para esse não ficar gigantesco! 🙂

2 comentários sobre “Córdoba – a Mesquita-Catedral e a Ponte Romana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s