Córdoba: Restaurante Bodegas Mezquita e nosso hotel

A Espanha é um país com muitas especialidades gastronômicas e todo um ritual envolvendo as refeições. Comer tapas (pequenas porções de comidas) acompanhadas de uma boa bebida, até altas horas da noite, independente do dia da semana, é um cenário constante nas cidades espanholas. Já de dia, a siesta é um ritual levado muito a sério! Nas cidades menores, não encontrávamos absolutamente nada aberto.

Mas ainda estamos em Córdoba e nossa primeira refeição na cidade foi simplesmente sensacional! Lemos as dicas no Tripadvisor e escolhemos o restaurante Bodegas Mezquita. Fizemos reserva porque o restaurante é bem cheio. Apesar de estar numa área muito turística (do lado da mezquita), o restaurante é frequentado por muitos locais.

IMG_0426

Mezquita pela noite

Começamos escolhendo um vinho espanhol para acompanhar as tapas que iríamos pedir.

IMG_0429

A primeira comida foi o salmorejo, uma sopa cremosa, oriunda justamente de Córdoba! Uma ótima entrada para abrir o apetite.

IMG_0430

Próxima pedida foi um baita acerto: rabo de toro a la cordobesa.

IMG_0431

Pedimos papas ao alho e óleo. Achávamos que era frita, mas na verdade parecia a nossa salada de maionese típica dos churrascos. Estava bem gostosa, mas achei que frita seria melhor.

IMG_0432

Agora o pedido mais acertado da noite foram as Berenjenas Califales rebozadas con reducción de vino dulce Pedro Ximénez. Apesar do nome enorme e de ser difícil acreditar que berinjelas foram o prato mais saboroso da noite, acredite. Estavam sensacionais!

IMG_0433

Para fechar com chave de ouro, pedimos a sobremesa sugerida pelo garçom feita com maçã, chantilly e biscoitos. Toque final para encerrar um ótimo jantar!

IMG_0434

Agora a dica do nosso hotel. Ficamos na Hospederia Luis de Góngora, em um quarto triplo. A principal qualidade do hotel é a localização. Fazíamos tudo a pé. Além disso, ficava em uma pracinha super fofa onde tomamos café da manhã. O único ruim foi chegar de carro perto do hotel. Meu irmão nos deixou o mais perto possível do hotel e teve que estacionar no estacionamento mais perto.

O quarto era bem pequeno e foi o mais apertado dentre os quais ficamos na Espanha.

E ao final do segundo dia em Córdoba, voltamos ao carro para seguir para Sevilla.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s