De bicicleta pelo Central Park

Visitar o Central Park, independente de quantas vezes já se foi a NY, é um quase uma obrigação. Lindo, grande e um oásis no meio de tanta correria e arranha céu.

thumb_IMG_7978_1024

Maninha no Central Bike

O tamanho do parque impressiona: são 4,5 km por 800 m, ocupando 51 quarteirões. Hoje tão bonito, o parque na verdade não é natural. Foi construído em 1873, em uma área pantanosa, objetivando recuperar uma área degradada da cidade. Nova Iorque começou lá embaixo da ilha, onde hoje está o Financial District. Ao longo do tempo, a ocupação foi subindo. Por anos, este parque era considerado uma área perigosa e era bem suja. Somente em meados do século passado, ele ganhou o glamour e importância de hoje. E a área é tão nobre hoje em dia que ao redor do parque está o Upper West Side e o Upper East Side, com suas casas milionárias!

Visitar sozinho o Central Park pode ser um pouco complexo se a ideia for tentar ter uma ideia geral do parque. Por isso, segui a dica de uma amiga, que também escreveu posts ótimos, e resolvemos fazer um tour de bicicleta! Na verdade, alugar uma bicicleta e fazer um tour por si só, já é uma ótima pedida. Mas gostei muito da experiência de ter um guia, que parava em alguns pontos, contava a história e dava um tempo para fotografarmos e relaxarmos.

Contratamos o tour com a Central Park Bike Tours. Primeira dica é fazer a reserva online pois o preço na hora é de $ 49 e pelo site fica em $ 35. Nós reservamos para as 9 da manhã e acabamos chegando 5 minutos atrasados na loja. Ainda tinha uma fila enorme e quando formos ser atendidos, o cara, extremamente grosso, perguntou se eu não tinha olhado o relógio. Na hora, mandei ele olhar a fila na loja dele e ele acabou colocando a gente no tour das 10 da manhã.

Cada um ganha sua bicicleta e capacetes. Saímos da loja já pedalando, atravessamos um quarteirão e já entramos no Central Park. Aqui teve a primeira parada para uma breve explicação da história do parque e as regrinhas básicas de segurança.

thumb_IMG_7971_1024

Continuamos até a área chamada The Mall, um amplo corredor cercado por árvores, com estátuas e bancos para descansar. O lugar é um dos mais movimentados do parque.

thumb_IMG_7976_1024

Mais a frente, hora de parar no Bethesda Terrace and Fountain. A vista do terraço para a fonte é linda. Aqui temos um tempo para descer as escadarias, conhecer o túnel embaixo do terraço (aproveite se precisar ir ao banheiro), olhar os tetos maravilhosos e chegar mais perto da fonte.

thumb_IMG_7982_1024thumb_IMG_7991_1024thumb_IMG_7992_1024thumb_IMG_7993_1024

Passamos um tempo pedalando até chegar ao lago Jacqueline Kennedy Onassis Reservoir, que homenageia a mulher do presidente John Kennedy e cuja vista da cidade refletindo na sua água é fantástica!

thumb_IMG_8000_1024

Abaixo da escada que dá acesso a este lago está uma homenagem a John Purroy Mitchel, prefeito de Nova York entre 1914 e 1917 quando tinha apenas 34 anos.

thumb_IMG_7999_1024

Depois demos uma boa pedalada de bike, até chegarmos ao Jardim de Shakespeare. Aqui estão plantadas flores que foram citadas na obra do autor. Também é aqui que ocorre, no verão, o Shakespeare in the Park, quando são representadas obras dele.

11224730_1065296633483258_1783959267384872191_othumb_IMG_8013_1024thumb_IMG_8016_1024

Subindo pelo jardim, chegamos ao Belvedere Castle. O castelo fica em cima de uma rocha que é original e tem 450 milhões de anos! Mas o castelo de fato nunca foi ciado com o objetivo de servir de moradia. Ele abrigava o Observatório Meteorológico  da cidade. Hoje serve mesmo para subirmos, observamos a vista e tirarmos algumas fotinhos, ainda mais com a  vista do lago verde esmeralda que tem na frente.

thumb_IMG_8024_1024thumb_IMG_8033_1024

A próxima parada é também a mais famosa do parque: Strawberry Fields. Aqui foi feita uma homenagem a John Lennon, o Beatles assassinado na frente do prédio onde morava e que fica ali do lado do Central Park, o Dakota Building. Simbolizando a paz, é um lugar muito agradável, ainda mais com os cantores sempre presentes cantando Imagine e outras músicas da banda.

thumb_IMG_8034_1024

Foi assim que terminou nosso passeio. Voltamos até a loja para devolver as bicicletas.

Achei bastante interessante, gostei do guia e o ritmo é bem tranquilo, havia pessoas de todas as idades, incluindo crianças e idosos. Claro que não conhecemos tudo, mas que tivemos uma boa visão, sim tivemos. O tour teve duas horas de duração. Vale também alugar a bicicleta por conta própria e fazer um tour deste tipo. Só não vale deixar de passear por esse lindo parque!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s