Praia do Pesqueiro e da Barra Velha – Ilha de Marajó

Duas praias são as mais famosas na Ilha de Marajó. Devido a mistura entre água salgada e doce, estas praias são de água salobre e mais escuras.

thumb_IMG_0121_1024

A Praia do Pesqueiro fica a uma distância de, mais ou menos, 15 minutos de mototáxi ou carro do centro de Soure. Se for de mototáxi, existem pontos no centro ou a pousada pode chamar o motorista. Para a volta, já deixe agendado o horário.

Esta praia é bem ampla e, devido a maré, suas águas enchem e diminuem ao longo do dia. Na chegada, existem alguns quiosques que colocam barracas na areia que dão um charme à praia.

thumb_IMG_0163_1024

thumb_IMG_0113_1024

Aqui provamos pela primeira vez a carne de búfalo e eu simplesmente adorei! Falando neles, havia um rapaz com um búfalo na areia oferecendo para quem quisesse dar uma volta. Como íamos às fazendas e andaríamos de búfalo, não quisemos fazer o passeio.

thumb_IMG_0127_1024

Não deixe de andar para o lado esquerdo de quem olha para a água. Ali, a praia é deserta e a vegetação junto com a água forma uma paisagem bem bonita.

thumb_IMG_0136_1024

thumb_IMG_0141_1024

thumb_IMG_0155_1024

Uma manhã ou uma tarde é tempo suficiente para curtir. No caminho para Soure paramos em uma fazenda que vendia o famoso queijo de búfalo. Compramos um para trazer para casa.

No dia seguinte pela manhã fomos conhecer a praia mais central de Soure: a Praia de Barra Velha. São três km desde o centro de Soure e resolvemos ir andando na ida.

thumb_IMG_0213_1024

Foi ótimo andar, vendo a vida dos marajoaras, vendo as casas simples em que vivem e a felicidade estampada em cada bom dia que recebemos.

Em um determinado momento, aparece uma porteira e ficamos um pouco receosos de entrar. Perguntamos e nos disseram que podíamos passar sem problema, aquilo era só para segurar os animais.

Neste momento é quando a paisagem fica mais bonita. Lagos, muito verde e búfalos. Alguns estavam soltos ao lado do caminho em que passávamos e, confesso, sentimos medo!

thumb_IMG_0186_1024thumb_IMG_0170_1024

Mais a frente chegamos a uma ponte de madeira que marca a entrada da praia. Atravessamos, passando por uma vegetação mais fechada e chegamos!

A maré estava muito cheia e só havia um espaço pequeno de areia. Sentamos em um quiosque e ficamos bebendo e curtindo o visual. Com o tempo, a maré muda e a praia se torna outra.

thumb_IMG_0202_1024

Maré Alta

thumb_IMG_0225_1024

Maré Baixa

thumb_IMG_0199_1024

Maré Alta

thumb_IMG_0221_1024

Maré Baixa

Como essa é a praia mais perto do centro, ela vive muito cheia de pessoas e ambulantes. Mas nada que atrapalhe.

Na hora de ir embora, voltamos pela ponte e fomos ao “ponto de mototáxi” que cobrou 10 reais para levar nós dois na mesma moto.

Essas são as duas praias mais famosas e que combinam muito bem em uma viagem de dois dias pela Ilha de Marajó.

Lembrete bem importante: nenhum dos quiosques que fomos nas praias aceitava cartão. Logo, ande sempre com dinheiro por lá!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s