Fazenda São Jerônimo – um resumo da Ilha de Marajó

Um passeio clássico e que precisa ser feito por qualquer um que vá a Ilha de Marajó é a visita a Fazenda São Jerônimo. Ali temos um pouquinho de cada ambiente que representa a natureza da ilha.

thumb_IMG_0411_1024

Único ponto negativo é que esta fazenda ficou bem famosa depois que um episódio de No Limite foi ali gravado e por ter servido de locação para uma novela global. Com isso, um passeio que custava em torno de R$ 30 agora custa R$ 100 por pessoa.

Existem dois tipos de passeio. O que fizemos é o mais básico e o mais procurado. Reservamos pelo facebook pois queríamos garantir o horário das 10 hrs. Na alta temporada, há três horários disponíveis por dia, que variam conforme a maré. Vejam no site da fazenda. O outro passeio, incluí tudo que tem no primeiro mais um banho de rio com os búfalos.

Fomos até a fazenda de mototáxi, combinando a hora do retorno. Como era feriado havia muita gente esperando pelo passeio, formando quatro grupos. O próprio dono da fazenda, Raimundo Brito, organiza o passeio com a ajuda de sua esposa. Quem acompanha cada grupo é um dos funcionários da fazenda.

O percurso é um circuito circular. Nós começamos pelo que é normalmente o fim, devido ao número de pessoas.

Para começar, cada um subiu em um búfalo e iniciamos um percurso de, mais ou menos, uns 20 minutos. Um lembrete muito importante! Não deixe de passar muito repelente porque estava cheio de mosquitos por aqui. Passamos por áreas alagadas e lá foi nosso búfalo super resistente!

thumb_IMG_0328_1024thumb_IMG_0346_1024thumb_IMG_0347_1024

Depois fizemos uma caminhada por dentro da floresta, passando pelos igarapés que são regiões alagadas. Andamos por uma trilha construída sobre madeira. Adorei ver aquelas raízes enormes das plantas, sob às áreas alagadas.

thumb_IMG_0359_1024thumb_IMG_0354_1024

thumb_IMG_0374_1024

Durante  a caminhada, foram colocadas algumas figuras representativas de histórias da ilha para que possamos aprender um pouco mais. A primeira nos conta que a ilha era habitada por índios desde muitos anos. As mulheres trabalhavam com a cerâmica desde 1.100 a.C. Em 1658, foi celebrado um acordo de paz entre os índios da ilha e os portugueses, com a ajuda dos padres jesuítas. A lenda conta que, uma vez, a filha do cacique de uma tribo se apaixonou pelo cacique  da tribo rival. O namoro foi proibido e os dois foram até o ponto onde estávamos ali na trilha e beberam um veneno. Renasceram sob a forma de dois mangueiros abraçados. Aqueles que querem manter o amor para sempre, devem tirar uma foto entre os dois mangueiros.

thumb_IMG_0368_1024

Outra lenda é a de uma francesa que se apaixonou pela ilha e por um pescador, se casando com ele. Eles tinham uma moça marajoara para ajudar na casa. O pescador começou a ter um caso com a moça e sua esposa descobriu, expulsando-a de casa. Logo depois, a moça morreu apaixonada e seu espírito passou a conquistar os homens, os levando para os manguezais nas noites de lua cheia.

thumb_IMG_0377_1024

A trilha termina em uma praia, a praia de Goiabal. Bonita, mas é aconselhado não entrar na água sem arrastar os pés por conta das arraias.

thumb_IMG_0391_1024thumb_IMG_0388_1024

thumb_IMG_0402_1024

Caminhamos por dentro da vegetação, chegando em outro ponto da praia, onde pegamos um barquinho. A partir daí é navegar pelo igarapé, admirando a fauna e flora única da Amazônia. Eu amei essa parte! Porém estávamos indo contra a maré e, sem motor, demoramos uma hora a mais do que deveria! Para mim, foi maravilhoso…

thumb_IMG_0408_1024thumb_IMG_0433_1024thumb_IMG_0436_1024thumb_IMG_0437_1024

E assim terminou nosso passeio. Tomamos um refrescante suco de manga e voltamos para a pousada, para tomar banho e voltar para Belém, já com uma saudades da Ilha de Marajó…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s