Playa Blanca: a praia cristalina perto de Cartagena (de ônibus)

Estando na Colômbia, em Cartagena, tão perto do mar do Caribe, nos faz querer conhecer aquela praia dos sonhos. Água azul e cristalina, areia fofa, sol e relaxar…

thumb_IMG_0333_1024

Pois bem, não basta sair das muralhas da cidade e chegar perto do mar logo ali. A praia urbana de Cartagena (Playa Bocagrande) é bem feia, com água escura e sem charme algum. Para chegar no paraíso (ou quase isso) é preciso ir a Playa Blanca, a praia caribenha mais perto de Cartagena.

thumb_IMG_0305_1024

Como chegar?

Para chegar nesta praia existem duas opções: barco ou van.

Barco é a maneira mais vendida por todas as agências. Porém vale uma grande ressalva. Li muitos relatos sobre enjôos na viagem devido a maré, barcos batendo e voando na água, além de barcos em condições bem velhas. São quase 2 horas. Não queria de jeito nenhum ir desta forma pois minha avó tem medo de alto mar.

Busquei junto ao nosso hotel como ir de carro. Foi ótimo pois eles indicavam justamente ir assim. Uma van nos buscou no hotel às 8 hrs da manhã, recolhemos outros passageiros e lá fomos nós. Foi em torno de 1,5 hora por estradas tranquilas e desertas. Foi justamente andando nestas estradas, não muito frequentadas por turistas, que descobrimos como o povo tem o hábito de jogar lixo na rua. Sei que o Brasil está longe  de ser o país mais limpo do mundo, mas o que vimos nas estradas por lá foi bem pior. Lixo de todas as espécies nas margens da rodovia.

A Praia

Chegamos na van e fomos andando para descer para a praia. Ficamos em um pedaço da praia com menos turistas pois ficava longe de onde chegavam os barcos. Isso foi bom pois li que quem ia de barco reclamava muito de como a praia ficava lotada.

thumb_IMG_0303_1024

Para irmos até a areia era preciso descer umas pedras e sim, vimos muito lixo ali na beira da praia.

O rapaz da van nos levou para a barraca dele. Claro que ele diz que não precisa ficar ali, mas pressionam de forma que achamos melhor ficar mesmo ali. A barraca era bem simples, com espreguiçadeiras quebradas e sem muitas opções de bebida e comida.

thumb_IMG_0310_1024

Se alguém quiser dormir e acordar na praia, existem algumas opções de hospedagem na própria areia. Nossa barraca tinha alguns quartos disponíveis. Tudo muito simples: sem porta (apenas uma cortina), luz e banheiro comunitário.

thumb_IMG_0326_1024

Já falei muito de coisas não tão legais. Então vamos a parte boa? Ah, o mar!!! Que mar! Lindo, azul, cristalino, quente. Realmente como queríamos.

thumb_IMG_0323_1024thumb_G0041161_1024

O que fazer? Relaxar, pegar sol, caminhar e relaxar mais um pouco. A praia é linda!

Agora vale a ressalva que já disse em outro post: os vendedores beiram o insuportável na insistência. Na praia nos tentaram empurrar tudo: colares, comidas, bijuterias, massagens etc. Isso cansou e no final já estava sendo bem grossa!

Mas bastava olhar o mar e pronto, relaxava de novo!

thumb_IMG_0322_1024

Presença brasileira sempre!

thumb_IMG_0305_1024

Ficamos de 10 hrs até as 15 hrs por ali. Almoçamos na barraca o clássico do caribe colombiano: peixe, arroz e patacones (aquelas bananas cortadas em rodelas e fritas), acompanhados de uma piña colada.

Para quem não vai a San Andrés, vale muito a pena conhecer esta praia. Mesmo para quem vai, se tiver mais de dois dias em Cartagena, vale dedicar um dia para conhecer estas águas…

thumb_IMG_0327_1024thumb_G0041164_1024

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s