Pomerode: a cidade mais alemã do Brasil

No feriado que fomos conhecer Blumenau e a famosa Oktoberfest, aproveitamos um dia para conhecer uma bela cidade do Vale Europeu de Santa Catarina: Pomerode.

thumb_IMG_8808_1024

O nome homenageia os imigrantes da Pomerânia (região da Alemanha que faz fronteira com a Polônia) que vieram para esta região do país no século XIX. Trazendo o estilo da construção enxaimel para o Brasil, criaram várias casas neste estilo, tornando Pomerode a cidade com mais construções enxaimel fora da Alemanha. Hoje o slogan pelo qual a cidade é conhecida é “Cidade mais Alemã do Brasil”.

Como me pareceu comum nesta região, a cidade é muito limpa, organizada e com uma qualidade de vida maravilhosa.

Na chegada já chama a atenção o Pórtico do Imigrante “Wolfgang Weege”. Este pórtico é uma réplica do Portal de Stettin, cidade capital da região da Pomerânia na Alemanha. Ali fica o Centro de Informação Turística que fornece mapas da região.

thumb_IMG_8803_1024

A pracinha que fica logo atrás do pórtico vale uma passada para observar a escultura que homenageia os imigrantes alemães no Brasil.

A atração mais conhecida de Pomerode é percorrer sua Rota do Enxaimel. Um circuito de 16 km, a ser percorrido de carro ou de bicicleta, com várias paradas sugeridas para conhecer estas casas tão bem preservadas. Achei ótima a sinalização, com placas em vários caminhos. O grande barato é observar as lindas construções ao longo da rota no meio de uma bela paisagem ou parar nas pequenas lojas de produtores locais que vendem biscoitos, compotas e cuca (bolo bem famoso na região sul).

thumb_IMG_8809_1024thumb_IMG_8815_1024thumb_IMG_8816_1024thumb_IMG_8817_1024thumb_IMG_8820_1024

Achei bem legal que mesmo as casas que não eram sinalizadas no mapa apresentavam um quadrinho explicativo sobre a história e a arquitetura, como esta aqui embaixo chamada de Casa Zumach.

Captura de Tela 2016-08-28 às 01.18.04

No meio da rota fica a Igreja Luterana de Testo Alto construída em 1886.

Para finalizar a rota passamos pela Pousada Casa Wachholz, um caixa enxaimel tombada que foi construída em 1867 e é a mais antiga da região.

Outro ponto muito importante na visita a Pomerode é comer em um típico restaurante alemão! Para isso, fomos a Praça Torgelow visitar a Vila Encantada (espaço onde acontecia o evento Somenfest) e resolvemos conhecer o restaurante Schornstein Kneipe.

Além de comida alemã, como a linguiça, o joelho e a apple strudel que comemos, ela produz suas próprias cervejas. Provamos todas e foi super aprovado!

Perto fica o Teatro Municipal e o Zoológico de Pomerode.

thumb_IMG_8836_1024

Vale lembrar que o município é sede de famosas marcas de porcelanas e cristais e que vale para quem tiver interesse pelos preços mais convidativos. Lojas como Porcelana Schmidt, Cristais Di Murano, Master Wood (Behling), Souvenir Ecke e Pedrini Porcelanas.

E depois de um dia relaxante voltamos a Blumenau, encantados por mais esse pedacinho do nosso Brasil.

3 comentários sobre “Pomerode: a cidade mais alemã do Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s