O que fazer (e não fazer) de noite em San Andrés

A ilha é paradisíaca durante o dia, isso não há dúvidas. Mas quando o sol se vai, o que fazer?

Perto do centro, estão vários restaurantes e bares. Alguns mais simples e outros imperdíveis!

thumb_img_0003_1024

Entrada do La Regatta, o melhor restaurante da ilha

Mas antes de falar dos restaurantes, preciso indicar um programa a não ser feito na noite de San Andrés… Vendido em todas as lojas de turismo, o passeio parece ótimo pela descrição. Chamado de Noche Blanca, promete um passeio de barco com jantar e bebida liberada e apresentações de dança típica.

Começamos andando até o píer onde fomos recebidos por uma dança caribenha. Até aí, tudo bem!

Entramos no barco. Era bem velho e tivemos que sair correndo para conseguir lugar no andar de baixo. No estilo daquelas mesas compartilhadas, demos a sorte de sentar ao lado de um casal brasileiro super gente boa!

A partir daí não gostamos de mais nada! O banheiro era muito sujo, para começar. A bebida liberada era apenas uns drinks horríveis que eram misturas de refrigerante com vodka de péssima qualidade. A dança típica era bem chata. Demoraram muito para servir o jantar e quando abriram, era uma fila gigantesca! Sorte que minha avó teve prioridade. A comida? Bem caída… uma carne, arroz de coco e pão. E nada de repetir, porque era proibido. Depois, a pista abriu para as pessoas dançarem. Vi pessoas muito animadas, mas não vi nenhum brasileiro curtindo.

Sou uma pessoa topa tudo e que gosto de tudo, mas esse passeio realmente foi caído. Não recomendo!

thumb_thumb_img_8179_1024_1024

Eu e vovó no barco

Agora falando do que gostamos da ilha: os dois restaurante em que fomos.

O primeiro é o mais famoso da ilha e é sensacional! La Regatta fica na beira da praia e é preciso fazer reserva antes, ainda mais se quiser sentar do lado de fora. A entrada é uma fofura!

Para começar nos serviram uma entrada de fruta pão que estava muito gostosa! Para o prato escolhi uma massa de frutos do mar e minha avó um peixe com legumes. Estava divino! E não é caro para o padrão de restaurante que é!

O outro restaurante em que fomos fica perto deste primeiro. O nome é Gourmet Shop. O ambiente aberto é agradável e comemos uma carne e um salmão acompanhando de batatas doces fritas. Para acompanhar não deixe de provar a cerveja típica da Colômbia: Club Colombia.

E assim, fecho minhas dicas dessa ilha caribenha que foi uma surpresa e tanto na Colômbia!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s