Lago Bled, Eslovênia: uma daquelas belezas únicas no mundo

O cartão postal mais famoso da Eslovênia é o seu famoso Lago Bled. Um dos lugares mais encantadores que conhecemos na viagem pelos Balcãs e que é um dos lugares mais fotogênicos da Europa, na minha opinião.

thumb_img_1177_1024

Eu indico passar um dia inteiro por ali aproveitando todos os cantinhos e toda a magia e paz daquele lugar. Cabe perfeitamente em um bate e volta desde a capital Ljubliana.

Demos uma sorte grande e pegamos um dia lindíssimo, o que nem sempre ocorre pois o clima por ali, perto dos Alpes, muitas vezes é nublado e chuvoso. Era agosto e, claro, estava cheio (mas nada insuportável).

Fomos de carro desde nosso hotel (contei aqui onde ficamos) e pegamos a entrada da cidade bem congestionada. Assim que vimos uma placa indicando um estacionamento, em uma rotatória, saímos e deixamos o carro. Esse não era o estacionamento mais perto do lago (ficava a uns 8-10 minutos caminhando), mas serviu para fugir do trânsito (e ainda era de graça!).

Fomos descendo a rua em direção ao lago. Chegamos em uma parta mais alta e descemos umas escadas para chegar na beira do lago.

thumb_img_1128_1024

Uma pausa na beira do lindo Lago Bled

Para quem mora ou conhece o Rio de Janeiro, senti um pouco do clima da Lagoa Rodrigo de Freitas. Cheio de família, com crianças correndo na beira do lago.

Assim fomos caminhando. Essa primeira parte do lago já era linda, mas eu ainda não sabia de nada do que estava por vir.

thumb_img_1092_1024

Passamos por uma escultura famosa de coração onde, claro, garantimos nossa foto de lua de mel!

thumb_img_1109_1024

Na beira do lago ficam alguns cisnes e patos que são alimentados pelos turistas. Tomar um sorvete na beira do lago, com aquele calorzinho, também é uma delícia.

thumb_img_1115_1024thumb_img_1131_1024

thumb_img_1118_1024

Algumas partes são mais transparentes

Fomos andando até chegarmos a subida par o castelo de Bled. Este castelo medieval foi construído em cima de um penhasco, à beira do lago. Este é considerado o castelo mais antigo da Eslovênia. A vista desde o lago para o castelo já é linda.

thumb_img_1093_1024

Mas prepare as pernas e suba a trilha para o castelo. Não é nada assustadora, demora uma meia hora fazendo com calma e são rampas no meio de uma vegetação. O castelo, em si, não me atraiu muito. Mas a vista que se tem lá do alto… UAU!

thumb_img_1137_1024

Que vista é essa!

thumb_img_1133_1024

Entrando no Castelo

thumb_img_1134_1024

O lago Bled tem uma ilhota bem no seu meio, onde fica uma igreja. Gente, que charme é olhar aquele lago do alto, com aquela ilha, com aquela cor de azul, com as montanhas e a vegetação ao redor. Ah, é preciso pagar para entrar no castelo. só pagando e entrando é possível ter as vistas.

thumb_img_1156_1024thumb_img_1183_1024thumb_img_1165_1024thumb_img_1171_1024thumb_img_1191_1024

Aproveitamos um barzinho por ali para nos refrescarmos com aquele visual.

thumb_img_1196_1024thumb_img_1204_1024

Descemos do castelo e continuamos a circundar o lago. Passamos por alguns pontos onde é possível alugar um caiaque para passear e chegar na ilhota do meio. Mas depois da experiência de caiaque em Dubrovnik, nem cogitamos essa possibilidade.

thumb_img_1210_1024

Claro que os europeus aproveitam as temperaturas amenas e ficam estatelados de biquíni por ali tomando sol. Alguns pontos são realmente para isso: esticar uma toalha (canga é coisa de brasuca), tomar sol e se refrescar no lago.

thumb_img_1219_1024

thumb_img_1267_1024

Olha a cor do lago por aqui

Em uma dessas partes vimos um barquinho, com barqueiro, que levava até a ilha. Esperava 45 minutos e nos trazia de volta. Esses barqueiros ficam em alguns pontos específicos do lago. E lá fomos nós visitar a ilha.

Não é possível usar nada motorizado para não poluir o lago. Então é o próprio barqueiro que rema. O passeio é super agradável.

thumb_img_1234_1024

thumb_img_1262_1024

Indo em direção a ilha

Chegando na ilha é preciso subir uma escadaria. Chegamos na Igreja de Assunção de Maria construída no fim do século XVII. Sua torre tem cinquenta e dois metros de altura. Dizem que o noivo deve carregar a amada pelas escadarias até a igreja e, depois, tocar o sino fazendo um pedido. Não testamos a parte de ser carregada pelas escadas e também não tocamos o sino pois era preciso pagar e não era baratinho.

thumb_img_1246_1024

A ilha é mínima. Além da igreja tem algumas lojas de souvenir e de comida. A vista do outro lado da ilha também é linda.

thumb_img_1251_1024

Voltamos ao barco e a beira do lago, onde continuamos a volta. São 6 km no total a volta e levamos quase o dia todo, pois parávamos a cada instante!

thumb_img_1220_1024

Mais um canto com cor incrível

Em um dos pontos, é possível ver o lago, com a ilhota e os Alpes com neve ao fundo. Lindo demais!

thumb_img_1271_1024thumb_img_1275_1024

Voltamos cansados para nosso carro e resolvemos nos dar o luxo de aproveitar nosso hotel pois, afinal, era uma viagem de lua de mel e não cabia fazer mil atividades em um único dia. Para quem ainda tiver fôlego, vale seguir até o Desfiladeiro de Vintgar que fica perto de Bled.

thumb_g0123370_1024

Um comentário sobre “Lago Bled, Eslovênia: uma daquelas belezas únicas no mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s