Comidas Turcas e os Restaurantes que indicamos

Uma coisa é certa: você vai comer muito bem na Turquia! Nossa, eu me encantei demais por tudo que provei nesse país!

Vou postar aqui algumas das comidas típicas do país que eu provei.

 

Restaurantes:

Kebab: esse prato está em todos os lugares e existem de todas as formas. Você pode pedir kebab enrolado no pão (durum kebab), no espeto (shish kebab) ou mesmo no praro (adana kebab é um dos tipos).

Pottery ou Testi Kebab: prato típico da Capadócia, feito dentro de um pote de barro. O clássico é cozido durante horas na lenha.

Pide: é a pizza turca. Tem de queijo e com carne (algumas vezes apimentada)

– Manti: um ravióli recheado de carne e com molho de iogurte e hortelã.

– Sigara Böreği: são uns enroladinhos folhados recheados de queijo.

Meze: são pratos com diferentes comidinhas em porções pequenas, para se comer de entrada.

IMG_1326

Continuar lendo

Quarto dia em Istambul – conhecendo o essencial que faltava!

E hoje era nosso último dia nessa cidade fascinante. Eu já acordava com o chamado da oração e comia pepino com tomate no café da manhã, só não tinha entendido como colocar o lenço de forma tão perfeita na cabeça. E faltava conhecer duas atrações indispensáveis a qualquer turista que se preze: Palácio Topkapi e Torre de Gálata.

A cinco minutos do nosso hotel ficava o palácio mais famoso de Istambul. Ele começou a ser construído em 1453 por ordem do sultão Mehmet II, logo após conquistar Constantinopla. Serviu como residência dos sultões até 1850. É interessante observar que, ao contrário dos palácios europeus como os franceses ou espanhóis, o Topkapi tem o jardim no centro e as construções ao redor.

IMG_1756

Continuar lendo

Terceiro Dia em Istambul – Palácio e a Ásia

Esse era uma dia muito esperado pela gente: íamos colocar o pé na Ásia!

Para começar fomos ao Palácio Dolmabahçe, localizado ao lado do Bósforo. Para chegar fomos de tram até Kabatas e caminhamos mais uns 5 minutos. O complexo é formado pelo palácio e pelo harém, além de todo o jardim. A visita é sempre guiada e tivemos que esperar uns 30 minutos até começar a próxima visita em inglês (só há opção em inglês ou turco). Na alta temporada, o intervalo entre os tours é menor.

Este palácio foi construído entre 1843 e 1854 por ordem de Abdul Mecit I, trigésimo primeiro sultão do Império Otomano para ser a nova residência oficial, em lugar do Palácio Topkapi. O grande objetivo por trás era criar um palácio estonteante que acabasse com os rumores de declínio do império. Contudo, a construção desse palácio só adiantou a falência do mesmo. Atartuk (saiba mais sobre quem foi aqui) morreu neste palácio em 1938. Inclusive, uma curiosidade: todos os relógios do Palácio marcam o horário de 9:05, hora em que Atartuk morreu. Continuar lendo

Primeiro Dia em Istambul – Desbravando a Região de Sultanhamet

Neste dia focamos em conhecer a região de Sultanahmet pelo dia. Realmente, é muito fácil fazer turismo na cidade. Os principais pontos de interesse estão quase todos na mesma praça.

Primeiro lugar que conhecemos foi Aya Sofia. Seu nome em grego (“Hagia Sophia”) significa santa sabedoria. Originalmente foi construída em 360, para ser uma Igreja Católica, pelo filho de Constantino e queimada em 404, reconstruída em 415 e novamente destruída em 532. A partir desta data até 537 foi reconstruída por Justiniano para se tornar a maior Igreja de Constantinopla, uma construção realmente imponente, reforçando o poder do catolicismo no império. Em 1453, quando Istambul foi conquistada pelos otomanos, a grande construção foi transformada em mesquita. Por fim, em 1934, Atartuk transformou Aya Sofia em museu. Continuar lendo